Visitar

Cascata do Tahiti – Gerês

A Cascata do Tahiti é, para mim, um dos locais mais bonitos que conheci no Gerês. Não sou a única que partilha esta opinião por isso é também um dos locais mais procurado pelos turistas. Se vão no Verão e querem ter a experiência de ter a lagoa só para vocês durante umas horas… vão cedo, muito cedo!

 

Quanto aos acessos…

Não vos consigo indicar as direcções de carro para a cascata, porque sinceramente tenho o pior sentido de orientação possível e nem conheço a zona. Por isso metemos no GPS (coordenadas no final deste post) e lá fomos nós. Seguindo pela estrada facilmente notam quando começam a chegar perto da cascata porque há um aglomerado de carros estacionados ao longo da estrada. Além disso, há um parque de estacionamento super perto onde pagam 2€ e podem lá deixar o carro o tempo que quiserem (gostei muito desta parte, porque eu sofria de ansiedade ao deixar o carro na berma daquelas estradas super estreitas ahaha ). O caminho até lá é sempre alcatroado, nesse sentido é ok…Quanto ao resto, já vos dei a minha opinião sobre as estradas do Gerês *neste post*

 

Existem duas formas para chegar à base da cascata…

Vamos supor que colocaram o carro no parque de estacionamento que referi acima, basta cruzarem a estrada e conseguem logo ver algumas lagoas que se formam ao longo da queda de água, muitas pessoas optam por ficar logo aí no topo. O acesso é simples e podem ter uma lagoa só para vocês. No entanto nós queríamos ir mesmo até à base da cascata.
Podem optar por descer as escadas ao pé dessas lagoas e percorrer o caminho pelas pedras, (penso que é mais curto) porém há imensos avisos de perigo e falámos com várias pessoas locais que também não nos recomendaram este trajecto.
Dica extra: Na duvida falem com os locais, seja num café, numa empresa de turismo, um taxista ou até um pastor! Ninguém conhece a zona melhor que eles e vão indicar-vos os melhores caminhos.
Por isso, seguimos a dica da senhora da roulotte do parque de estacionamento e optámos pelo trilho de areia. É um caminho bastante escondido que vai estar à vossa direita do lado da ponte, não descem a ponte, seguem em frente pela estrada e voilá.
Ao inicio pode parecer um pouco estranho mas o trajecto é super tranquilo mesmo! Caminham cerca de 10 minutos, só no final é que há uma descida mais íngreme, mas nada do outro mundo. Esta descida vão ter de a fazer optando por qualquer um dos caminhos. Ah! MAS LEVEM TÉNIS! Não me canso de avisar…vai facilitar imenso a vossa vida e é muito mais seguro fazer os percursos com este tipo de calçado.

Quanto aos Mergulhos…

Após o trilho abre-se uma porta para o paraíso, literalmente. É uma queda de água grande e imponente. A lagoa da base da cascata é grande (ao contrário da cascata do Arado), é certo que a água é ge-la-da, mas é um semi sofrimento que vale mesmo a pena! Além desta lagoa também existem imensas lagoas mais pequenas nas redondezas, que não são tão fundas mas também são óptimas para refrescar o corpo. A zona é mesmo muito grande por isso conseguem alguma privacidade mas longe da lagoa “principal”, essa ficou cheia de gente ao longo da manhã.
Como a profundidade da lagoa é bastante grande há imensas pessoas a saltar das rochas, mas mais uma vez cautela! As cascatas são muito traiçoeiras nesse aspecto e é preciso conhecer bem o que está por baixo.

Resumindo…

Eu amei, acho mesmo que é um ponto de passagem obrigatória no Gerês! A cascata é linda, a água é das mais transparentes que já vi na minha vida e o local em si é simplesmente magnifico. Porém, têm de gostar de natureza e ir de mente aberta. Esqueçam tudo o que é “civilizado”, esqueçam a rede e a Internet e digam olá aos amigos bichinhos. Fui mordida por uma cobra de água, dizem que as coitadas nem fazem mal, mas eu entalei-a com uma rocha sem sequer… mereci a dentada no rabiosque. Bem, foi marca de guerra e pelo menos fiquei com a história para contar. Nem doeu muito, mas dizer em voz alta que já fui mordida por um cobra dá estilo.

Localização da Cascata do Tahiti

Coordenadas GPS: 41º42’13.94 N 8º06’36.71 W

 

»» Podes encontrar o meu Roteiro de 2 Dias pelo Gerês nesta publicação ««

7 Comments

  1. Eu ia mesmo de mente aberta. Adoro algo assim! Este teu post só me deu mais vontade de visitar as cascatas!

  2. Eu fiquei-me pela cascata do arado mas quero muito regressar e explorar melhor a área.

  3. Adoro o Gerês!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

  4. Como eu adorava ir ai, já tinha uma ideia de como era mas as tuas fotos estão lindas!

    BLOG | INSTAGRAM | PINTEREST

  5. Gosh babe! Your photos are amazing and the place is wonderful. Love this 🙂

    Please check out my latest post, too? I'd love to hear something from you! 🙂
    http://www.cielofernando.com
    FACEBOOK | INSTAGRAM

  6. A cascata é mesmo muito bonita, já há alguns anos que lá não vou… vale muito a pena. Adorei as tuas fotos!

    https://cidadadomundodesconhecido.blogspot.com

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*